#MODA: Meia arrastão

Trend alert: A meia arrastão está de volta! A meia que foi ícone nos anos 80 e 90, voltou com pegada moderna e super fashionista.

Imagem: Reprodução/ Pinterest. Edição: @acessoglam

Quem nunca pegou um álbum de família e encontrou algum familiar vestindo meia arrastão? E assistiu videos clips de bandas de hard rock e heavy metal dos anos 80 e 90, sempre haviam groupies ou componente com a meia. Além da peça sempre fazer parte da fantasia de bruxa no carnaval e no Halloween. Mas desta vez, a peça veio com pegada super cool e fashionista!

Desde o final do ano passado, há mulheres super estilosas circulando pelo mundo, exibindo calças rasgadas com a meia ícone por baixo. No Brasil, é aposta para o outono/inverno, mas já podemos ver meninas inspiradoras mostrando os seus looks nas redes sociais.

O mais legal é que nada sai exatamente de moda. A moda se reinventa e o mais engraçado, é que quando eu tinha 18 anos, eu me vestia exatamente assim, calças e saias destroyed, com meias arrastão. Algumas vezes com meias lisas com cor por baixo, e a meia arrastão por cima, criando um contraste super legal. E eu tinha tanta personalidade na época, que eu não ligava para nenhum tipo de comentário ou olhares. O melhor, é ver pessoas que não aprovavam o look vestindo ele agora. hahaha

Imagem: Reprodução/ Pinterest. Edição: @acessoglam

Sem dúvidas, a meia é sinônimo de feminilidade,  ousadia, sexy e com ar de fetiche.

Além da calça jeans destroyed a meia também pode ser combinada com saias, vestidos, shorts, calças em outros tecidos e tons. E se você quer se destacar, invista nas meias em outras cores, pincipalmente o branco, e saia do tradicional preto básico.

Imagem: Reprodução/ Pinterest. Edição: @acessoglam

A meia pode ser a tradicional longa, 7/8 (over the knee), ou a curta. Se jogue nas tramas, desde as fininhas até as mais largas. O que vai destacar os detalhes da meia arrastão será a produção do look e principalmente a sua atitude!

E para ajudar todas as minhas leitoras lindas, criei uma pasta no Pinterest, recheada de looks com meia arrastão. É só clicar no link! http://migre.me/wfJoD :)

XOXO!

 

#DENÚNCIA: Yenzah

Há alguns meses atrás comecei a tão sofrida transição capilar, mas logo aviso que não estou sendo forte e em breve farei progressiva, mas será vegana, claro! :)

Fui em uma loja de cosméticos do meu bairro e lá comecei a busca pelos produtos: Máscara de hidratação, reparação e nutrição.
Estava tudo bem até eu entrar no banheiro e começar o processo de hidratação. Enquanto o produto estava agindo nos meus fios, como toda pessoa comum, estava eu lendo todos os rótulos de todos os produtos, até as mínimas letras. Eis que algo chamou a minha atenção, aquele produto que estava no meu cabelo, contia em seus ingredientes queratina hidrolisada. Como assim queratina hidrolisada? Estava escrito Cruelty free e sem ingredientes de origem animal!

Anteriormente eu havia comprado uma outra máscara da Yenzah, mas na pressa peguei a máscara sem o selo vegano por engano, mas logo reparei que não era a máscara escolhida, voltei a loja e troquei. Mas na segunda vez eu não havia lido o rótulo, apenas peguei o produto pelo selo vegano contido na embalagem.

Entrei em contato com a Yenzah, empresa responsável pela máscara de hidratação OM Ouro – Força.

Resposta da Yenzah:

A Yenzah realmente admitiu o erro da aplicação do selo vegano no produto OM Ouro (força), que contém queratina hidrolisada. Também informou os produtos que não possuem substâncias de origem animal.

Linha OM – Shampoo e leave-in
Linha AMO – Shampoo
Linha OM Ouro* – Shampoo, condicionador, spray de brilho e leave-in
Linha Yellow Off – Shampoo, condicionador e leave-in
Linha Sou+Cachos – Shampoo, condicionador c0-wash, água termal, leave-in, leave-in Sou+Cachinhos.

 

* A Linha OM Ouro (força) é a que possui a máscara de hidratação com queratina de origem animal e possui selo vegano.

Resposta da Yenzah:

Tudo ocorreu em setembro de 2016, e a Yenzah havia informado na época que o processo de correção já havia iniciado, mas no final de fevereiro de 2017, voltei na mesma loja de cosmético onde eu havia realizado a compra da máscara OM OURO, e para a minha surpresa e indignação, a mesma ainda estava a venda, sem nenhum reparo ou aviso.

Fiquei super revoltada quando vi o produto na prateleira a venda. Com certeza muitas pessoas compraram sem ler o rótulo do produto, apenas por verem o selo vegano, assim como eu. Realmente não dá para confiar!

Todos podemos errar? Sim, podemos! Mas o mínimo que uma empresa pode fazer é retirar os produtos das lojas ou colar avisos que especifiquem que o produto que estão oferendo, não é aquilo que estão vendendo. É comprar gato por lebre!
Eu tive um prejuízo de R$39,95 reais, e a Yenzah em momento nenhum se prontificou em reparar o erro comigo. E quantas pessoas estão utilizando o produto sem saber?

Sempre leio o rótulo dos produtos, mas dessa vez eu confiei no que a empresa estampou na embalagem do produto, e foi um grande erro que cometi, pois sempre leio os rótulos. Fica de lembrete e aprendizagem!

Composição: Aqua, cetearyl alcohol, butyrospermum parkii, macadamia ternifolia seed oil, argania spinosa kernel oil, creatine, sodium hyaluronate, gold, hydrolyzed keratin, behentrimonium methosulfate, quaternium 70, propylene glycol, amodimethicone, trideceth-12, cetrimonium chloride, hydroxyethyl urea, behentrimonium chloride, parfum 2-(4-tert-butylbenzyl) propionaldehyde/butylphenyl methylpropional, disodium edta, methylchloroisothiazolinone, methylisothiazolinone, bht, citric acid, CI19140, CI42090, CI 16185.

O selo é de bom tamanho e destaque. Mostra um coelho, com coração e uma folha. “A Yenzah é amiga da Natureza. Sem parabenos, sem testes animais e sem produtos de origem animal”.

Espero que a Yenzah retire os produtos das lojas ou coloquem avisos referente ao erro da etiqueta vegana, pois está feio!

#BELEZA: FACE IT – Batons veganos e orgânicos!

Marca carioca acaba de lançar no mercado batons totalmente orgânicos e veganos!

FACE IT é uma marca carioca de cosméticos orgânicos, cruelty free e veganos. Criada por mãe e filha, Elza e Júlia Barroso, preocupadas com a saúde da pele e bem estar animal, sentiam a necessidade de desenvolver cosméticos orgânicos e livres de crueldade.

Os batons são fabricados pelo laboratório italiano Labphyto, que existe desde 1998, especialista em fabricação de cosméticos naturais, veganos e orgânicos. Além disso, os batons são certificados pelo PETA (People for the Ethical Treatment of Animals), maior organização de direito dos animais do mundo.
Os cosméticos são livres de parabenos, chumbo, sulfato, silicone, derivados de petróleo e outros ingredientes tóxicos. Contém matérias primas ricas em benefícios para a saúde da pele, como manteiga de cacau orgânica, extrato de semente de damasco, cera de candelilla, óleo de semente de rícino orgânico, palmitato de octila, vitamina E, pigmentos naturais e outros.
Onde encontrar:
Quem for do Rio de Janeiro, poderá encontrar os batons no Esthetic lounge Modesthetic, que fica localizado na Rua Visc. de Pirajá, 303 – sobreloja 217, em Ipanema, e também pelo e-commerce da marca.